Piracicaba-SP, o “pico” das tecnologias para a agricultura em um mundo que não é totalmente plano.

Em uma economia conectada em redes, com todo o potencial das Tecnologias de Informação e comunicação (TICs), pode-se pensar que o “lugar” onde você está não impacta seus negócios, um dos textos que sustenta esse pensamento é o “O mundo é plano” do economista Thomas Friedman.


Em seu livro “Novos negócios inovadores de crescimento empreendedor no Brasil” Silvio Meira, um dos nomes mais importantes do País quando o assunto é inovação e empreendedorismo, logo após a introdução, traz à tona uma discussão sobre a importância dos “lugares” e nos presenteia com a visão de que “o mundo é plano, mas cheios de picos”.


Os picos são lugares onde o conhecimento, seus trabalhadores e os fluxos de trocas e interações são muito mais densos. O Vale do Silício, por exemplo, é um desses picos, que não se sustentam apenas por razões históricas, mas, pelo contrário, se torna cada vez mais saliente desde o começo da era das redes.



“O mundo é plano, mas cheios de picos”. Os picos representam os lugares/cidades propícios para que a inovação aconteça em áreas especificas. Imagem do livro: Novos negócios inovadores de crescimento empreendedor no Brasil.

“o mundo é plano, mas cheios de picos”. Os picos representam os lugares/cidades propícios para que a inovação aconteça em áreas especificas.Imagem do livro: Novos negócios inovadores de crescimento empreendedor no Brasil.



Segundo Silvio Meira isso ocorre principalmente por duas causas: 1. O conhecimento tácito que circula nas conversações informais, nos locais, face a face, ao mesmo tempo que é cada vez mais importante para todos os tipos de negócios e transações também é muito difícil de codificar e transferir através da rede a ponto de o “lugar” não ter relevância. 2. existe uma atração natural de pessoas e recursos para os melhores lugares. Como resultado a ocorrência de “Serendipity“, encontros casuais de pessoas com a mesma agenda, é muito maior e de muito maior potencial de geração de resultados.


Não é difícil perceber que Piracicaba, localizada na região central do estado de SP, a 170 km da capital, onde encontramos a ESALQ-USP como um celeiro de talentos e conhecimentos, assim como centros de pesquisas, grandes corporações e startups, se destaca como “o pico das tecnologias e inovações na agricultura”. Esse é o nosso vale, que sem dúvida já é reconhecido no Brasil e no Mundo, e agora ganha o nome de “Vale do Piracicaba” e também “AgTechValley” internacionalmente.


Para conhecer mais sobre o Vale do Piracicaba visite www.valedopiracicaba.org

Add a Comment